domingo, 14 de maio de 2017

Colaboradora: RUTE PARDINI


Rute Pardini como Frasquita na ópera Carmen, de G. Bizet

 
RUTE PARDINI  (soprano lírica coloratura brasileira)

Área de atuação: canto lírico e pesquisa em música.

FORMAÇÃO ACADÊMICA

Graduação:
2008 – Bacharel em Música com habilitação em Canto Lírico
UnB – Universidade de Brasília
Professora Irene Bentley
Recital de Formatura em 10/07/2008 no Espaço Cultural ANATEL, em Brasília.

RUTE PARDINI BRAGA nasceu em Divinópolis-MG, em 1965. Na infância e adolescência, durante 10 anos, pertenceu ao “Coral Nossa Senhora de Fátima”, de Divinópolis, sob a direção e regência do maestro Licurgo Leão Silveira.
Mais tarde, durante oito anos, cantou no Coral Divinópolis sob a regência de Djanira Luíza dos Santos.
No ano de 2000, teve aulas particulares de teoria musical e de técnica vocal com Prof. Sebastião Bispo dos Santos.
Em 2001 mudou-se para São Paulo em busca de aperfeiçoamento em sua técnica vocal, tendo ingressado na Faculdade Mozarteum de São Paulo e teve como orientadora a soprano Hildalea Gaidzakian.
Em 2002 passou a residir definitivamente na Capital Federal, quando cursou o 24º Curso Internacional de Verão sob a orientação da soprano Honorina Barra, ingressando em seguida na Escola de Música de Brasília na classe de canto da Profª Cláudia Costa. No mesmo ano iniciou seu curso de bacharelado em canto lírico na UnB, sob a orientação da soprano Irene Bentley. Ainda nesse mesmo ano foi convidada pela Maestrina Isabela Sekeff do Coral Cantus Firmus para solar o “Laudate Dominum” de Mozart nas cantatas de Natal em igrejas de Brasília.
Em 2003 participou do “Curso de Invierno de Técnica vocal y Actuación dinâmica” sob a orientação de Suzana de Sanches Lacorazza, no Instituto Superior de Arte del Teatro Colón, em Buenos Aires.
Rute Pardini como Susanna, nas Bodas de Fígaro, de Mozart
Durante o curso superior de canto na UnB, participou da atividade conhecida por Cortina Lírica, contracenando com outros alunos no papel de Susanna na ópera “As Bodas de Fígaro”, de Mozart (em 04/12/2003, no Espaço Cultural JK do SESC de Brasília, sob a direção musical da pianista Vânia Marise e Profª Irene Bentley); também tomou parte de muitos recitais, especialmente tendo Prof. Daniel Tarquínio e Alla Dadaian (pianistas com formação na Rússia) e André Tribuzy (em 2003, apresentador do programa “Conversa de Músico”, na TV Senado), como seus correpetidores.  
Participou da apresentação de “AS BODAS DE FÍGARO”, de Mozart, como Susanna no teatro Ulysses Guimarães da UNIP em Brasília nos dias 13 e 16/12/2004 no evento Ópera Estúdio dos Departamentos de Música, coordenado pela Profª Irene Bentley, e Artes Cênicas da UnB,  sendo diretor de Arte Cênica o Prof. Marcus Mota.
Cf. in http://www.academia.edu/8211144/Teatro_musicado_para_todos_experi%C3%AAncias_do_laborat%C3%B3rio_de_dramaturgia_-_UnB
Ainda em 05/12/2004, atuou como Hortulana na cantata “A Legenda de Santa Clara” com o Coral Trovadores da Mantiqueira, no Teatro Municipal de São João del-Rei, sob a regência do compositor Frei Joel Postma o.f.m.
Em 4 e 5/07/2005, atuou como a cigana Frasquita na ópera “CARMEN”, de Georges Bizet, no evento Ópera Estúdio dos Departamentos de Música, Artes Cênicas e Artes Visuais da UnB, encenada no Teatro Sesc de Taguatinga e na Sala Martins Pena do Teatro Nacional Cláudio Santoro, em Brasília. 
Cf. in http://www.academia.edu/8211144/Teatro_musicado_para_todos_experi%C3%AAncias_do_laborat%C3%B3rio_de_dramaturgia_-_UnB
Ainda em 2005, de 5 a 11 de novembro, atuou como Irmã Pobreza na já referida cantata de Frei Joel Postma o.f.m. nas cidades de Belo-Horizonte, Juiz de Fora, Divinópolis e Santos Dumont.
Em 9/10 e 30/11/2013, foi solista na cantata O Peregrino de Assis, de Frei Joel Postma, sob a regência do próprio autor.
Cf. in http://bragamusician.blogspot.com.br/2013/12/o-peregrino-de-assis-de-frei-joel.html
Cabe lembrar ainda que, em 18 a 20/12/2007, a convite do Prof. Conrado Silva de Marco, atuou como “Voz Lírica” na peça teatral “O Sonho de Lady Macbeth”, encenada na praça e na rampa do Museu da República, em Brasília, durante 3 noites, sob a direção do diretor Willian Lopes; trilha sonora (eletroacústica) composta pelo Prof. Conrado de Marco e sua ex-aluna Janaína Sabino.
Cf. in https://willscard.carbonmade.com/projects/2914943
Finalmente, cabe ainda mencionar que tomou aulas particulares de técnica vocal com a Profª Denise Tavares, durante algum tempo em Brasília. Também foram muito importantes os conhecimentos adquiridos nos cursos de Canto Coral ministrados pelos Profs. David Junker e Edson Andrade, ambos professores da UnB.


CONCERTO DE FORMATURA
 
DATA: 10 de julho de 2008
LOCAL: Espaço Cultural ANATEL em Brasília


PROGRAMA

Formanda: Rute Pardini, soprano lírica coloratura
Acompanhadora: Vânia Marise, pianista 


1ª  PARTE

1) Ich will dir mein Herze schenken (oratório Paixão segundo São Mateus), de Johann Sebastian Bach (1685-1750)
2) Rejoice greatly (oratório Messias), de George Friedrich Händel (1685-1759)
3) Deh, vieni, non tardar (recitativo e ária - ópera As Bodas de Fígaro), de Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791)
4) Ch'io mi scordi di te? (recitativo e ária - Ária de Concerto), de Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791)
5) Al Desio (ária optativa de Susana na ópera As Bodas de Fígaro), de Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791)


2ª  PARTE  


6) Giusto ciel, in tal periglio (ária de Pamira na ópera Maometo II, ato I), de Gioacchino Antonio Rossini (1792-1868)
7) Filomela Op. 18, nº 2, de Alberto Nepomuceno (1864-1920)
8) Não sei por que espírito antigo (o primeiro dos 12 Poemas da Negra), de M. Camargo Guarnieri (1907-1993)
9) Kritiku Op. 109 (sátira sob versos de Sasha Chorny), de Dmitri Shostakovich (1906-1975)
  
Vídeos
Rossini: Giusto ciel, in tal periglio de Maometto II (ária de Pamira no Ato I) https://youtu.be/tKcmrrgxQp8
Alberto Nepomuceno: Filomela op. 18 nº 2 https://youtu.be/c8NPVc40gw4 
Mozart: Deh vieni, non tardar de As Bodas de Fígaro (recitativo e ária de Susanna) https://youtu.be/jZJt6FVE5PE
Mozart: Ch’io mi scordi di te? (Ária de Concerto: recitativo e ária) https://youtu.be/F4WPjgVB48w
Camargo Guarnieri: Não sei por que espírito antigo (o 1º dos 12 Poemas da Negra) https://youtu.be/xlh7qVeKgys
Dmitri Shostakovitch: Kritiku (1ª das sátiras-Imagens do Passado op. 109) https://youtu.be/6slJKZpH_vU

Cf. Concerto de Formatura da Cantora Lírica Rute Pardini http://bragamusician.blogspot.com.br/2016/07/concerto-de-formatura-da-cantora-lirica.html


EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL DE RUTE PARDINI


Inaugurou o programa “Um Piano ao Anoitecer em Tiradentes”, com um recital em 11/04/2009, como cantora e flautista, acompanhada ao piano por Francisco José dos Santos Braga.
No YouTube: https://youtu.be/aXR_hWwn9zU

Em 30/04/2011, abrilhantou a solenidade cívico-religiosa do registro civil tardio da beata Nhá Chica, cantando, durante a missa, Panis Angelicus, de César Franck, Jesus Alegria dos Homens, de J.S. Bach, e Ave Maria, de Franz Schubert, em alemão.
Cf. in http://saojoaodel-rei.blogspot.com.br/2011/05/cronica-da-solenidade-civico-religiosa.html 

Participou da comemoração dos 40 anos do Museu da Música de Mariana, como convidada especial da Academia Marianense de Letras, quando foi homenageado Dom Oscar de Oliveira, Acadêmico e fundador do Museu da Música, com um recital composto de Lieder, chansons e canções brasileiras, na noite de 06/07/2013, sendo ouvida da janela superior da Academia que dava para a praça pública e, depois, em recital reservado no salão da Academia, sendo acompanhada ao piano por Francisco José dos Santos Braga. 

Cantora lírica oficial das comemorações do 12 de Novembro, Dia Nacional da Liberdade, quando se comemora o nascimento do Herói Tiradentes (quando canta a cappella “As Pombas”, música de Chiquinha Gonzaga e letra de Raimundo Correia, em frente à estátua de Tiradentes na Av. Tancredo Neves, no centro de São João del-Rei, e, em seguida, na fazenda do Pombal, localizada na época do nascimento do Herói em São João del-Rei, e hoje em Ritápolis). Cf. in https://youtu.be/XgTg5TYEAMM

Cantora do hino oficial da Comenda da Liberdade e Cidadania em 2011, quando do lançamento da Comenda, segundo arranjo e acompanhamento de Francisco José dos Santos Braga. Cf. in https://youtu.be/dT5eHMvSc3M

Idem em 2016, com acompanhamento orquestral em praça pública. Hino: Canção de Herói / Cf. in https://youtu.be/VguLhMv9Znc

Solista nas apresentações do Coral Trovadores da Mantiqueira nas cidades de Santos Dumont, Belo Horizonte, Divinópolis, Juiz de Fora e São João del-Rei, sob a regência de frei Joel Postma o.f.m. e acompanhamento ao piano de Francisco José dos Santos Braga.

Quando da realização dos Encontros de Corais de Santos Dumont-MG, em fins de novembro, é convidada especial de frei Joel Postma a participar como solista para contribuir para o Projeto Vida, uma iniciativa em favor do Dia Mundial de Combate à AIDS. 

TÍTULOS

No dia 11/03/2016 foi agraciada pela ADL-Academia Divinopolitana de Letras com o Diploma de Honra ao Mérito “em reconhecimento e gratidão ao apoio dispensado ao Sodalício, durante o ano de 2015”. Na mesma noite, recebeu o Troféu Orfeu 2016.
Para esta noite de congraçamento preparou e apresentou as seguintes peças:
Chiquinha Gonzaga: As Pombas
Gluck: ária Che fiero momento (da ópera “Orfeu e Eurídice”)
Haendel: recitativo e ária Ombra mai fu (da ópera “Xerxes”)
Puccini: ária O mio babbino caro (da ópera “Gianni Schicchi”)

16 comentários:

Francisco José dos Santos Braga (compositor, pianista, escritor, gerente do Blog do Braga e do Blog de São João del-Rei) disse...

É com prazer que lhe envio a MENSAGEM DE MÃE que sua autora Rute Pardini, minha esposa e cantora lírica, escreveu para si, para sua mãe e para todas as mamães neste Dia das Mães de 2017.
Ao ler o texto para mim, emocionei-me e incentivei-a a publicar essa matéria no Blog de São João del-Rei.

Cabe-me, portanto, fazer a apresentação da nova autora ao leitor do blog.
Após essa estreia, creio que você, leitor, pode esperar por novas contribuições da mais recente colaboradora.

Rute Pardini (cantora lírica) disse...

Meu querido amor, você é o extremo de candura em relação a mim.
Obrigada por me amar tanto assim.
Te amo eternamente.
Obrigada pela sua sensibilidade.

Katia Demartino (amiga napolitana e representante de empresas italianas) disse...

Grazie mille
Bellissima la mamma di rute e anche l articolo su di lei cantante lirica
Vi abbraccio entrambi nella speranza che al più presto le nostre strade si incroceranno di nuovo

Alan Elias da Silva (ex-comandante do 38º BPM de São João del-Rei) disse...

Bom 😊 dia. Parabéns pela matéria.
Parabéns para sua mãe por esse dia. Aproveite bem. Abçs.

Hélio Petrus (escultor marianense, ex-prefeito de Mariana e poeta) disse...

Parabéns a Rute, à sua mamãe, e também pela bela e inspirada mensagem pelo dia das mães.
Além do dom da música, se revela como hábil e sensível Escritora.
Também está de parabéns o marido que a inspira, o consagrado e renomado amigo Francisco José Braga.
Abs ao casal Rute e Braga.

João Carlos Ramos (poeta, escritor, presidente da Academia Divinopolitana de Letras e sócio correspondente da Academia de Letras de São João del-Rei e da Academia Lavrense de Letras) disse...

Prezado Acadêmico Braga,
Boa noite!
Quero parabenizar sua esposa,a cantora lírica Rute Pardini, pelo belíssimo texto publicado em seu Blog.
Ela foi muito feliz e poderá contribuir muito com sua cultura e alma de cantora e poetisa.
É visível seu amor por sua mãezinha e com isso, envia uma mensagem ao mundo de fidelidade, honra
e alegria àquelas que são portais da vida.Minha filha e genro ofereceram um almoço especial à minha esposa em Carmo da Mata, terra natal dela, e muito me alegrou.
Parabéns, Rute!
Comunico-lhe que envio em outro e-mail minha crônica em homenagem as mães, publicada hoje no Jornal Agora.
Obrigado!

Paulo Roberto Sousa Lima (escritor, gestor cultural e membro do IHG de São João del-Rei) disse...

Parabéns, prezado confrade, pela promissora aquisição em colaboração.

Wilma Pizza (representante dos Fios Purafibra, em Brasília) disse...

Que bom Francisco e Rute! Amei. Tudo muito lindo! Parabéns! Revi saudosamente os filmes da Rute e outros que não conhecia. Vou acompanhá-los no Blog. Agradecida pela lembrança. Forte abraço nos dois. Bjks.

Prof. Fernando de Oliveira Teixeira (professor universitário, escritor e membro da Academia Divinopolitana de Letras, onde é Secretário Geral, tendo sido eleito em 13/05/2017 Presidente para o próximo biênio) disse...

Prezado Braga, bom dia. Não me surpreende o talento, que o texto de Rute mostra. Afinal, o artista transcende o exercício de uma modalidade na arte. É possível - e isto a página de Rute demonstra - a duplicidade de ação artística. O som, que a voz lhe concedeu, dá a Rute a percepção do sentido profundo da palavra. E a palavra ganha a musicalidade que esconde. Meus cumprimentos para a nova colaboradora de seu blog e meu abraço amigo para você e esposa.

Jota Dangelo (diretor, ator, dramaturgo e gestor cultural, cronista e escritor) disse...

Bela mensagem.

Profª Elza de Moraes Fernandes Costa (gerente do Portal Concertino de música clássica) disse...

Prezado Braga, bom dia!

Lindo texto. Aproveito para parabenizar a Rute pelo trabalho inspiradíssimo.

Obrigada por enviar.

Um abraço.

Dr. Alaor Barbosa dos Santos (advogado, escritor, cronista, jornalista, ex-consultor legislativo do Senado, membro do IHG do DF e da Academia Goiana de Letras) disse...

Obrigado e parabéns à querida Rute.
Alaor e Maria.

Alzira Agostini Haddad (escritora, gestora cultural e diretor do portal São João del-Rei Transparente) disse...

obrigada pelo carinho, Francisco e Rute!

um grande e afetuoso abraço

Pedro Paulo Torga da Silva (participante e incentivador do Movimento dos Focolares no Brasil) disse...

Obrigado, Francisco! Muito profundo e ao mesmo tempo cheio de fé o que a Rute escreveu. Também, aqui em casa, passamos por essa experiência. Entre o Tiago e a Marina, a Marlene sofreu dois abortos. Depois, numa conversa com um sacerdote amigo, ele me disse que seria bom dar nomes a esses anjinhos, para que quando chegarmos no Paraíso, chamá-los pelo nome. E assim fizemos.
Um abraço especial à mamãe Rute, a sua mãe e um obrigado por partilhar.
Abração.

Betânia Maria Monteiro Guimarães (professora universitária, pesquisadora, escritora, membro do Instituto Histórico e Geográfico e da Academia de São João del-Rei) disse...

Muito boa a mensagem de Rute Pardini. Revela uma artista não somente do canto, mas também da palavra. Obrigada por se dirigir a todas as mães, nas quais modestamente me incluo. Abraço.

Eliza Maria disse...

Estou extasiada com a oportunidade que tivemos agora de nos reencontramos ao comemorarmos os 51 anos do Coral Nossa Senhora de Fátima,e assim conhecer sua obra com canções e interpretações magníficas,volto ao nosso tempo de criança e adolescentes onde a Rute menina risonha e brincalhona nos divertia e hoje a vejo como mulher forte,culta e realizada,Parabéns por todos os dons que Deus lhe concedeu e você tão bem os conserva.Abraços cheios de saudades amiga.