domingo, 4 de fevereiro de 2018

Colaborador: JOÃO BOSCO DE CASTRO TEIXEIRA




JOÃO BOSCO DE CASTRO TEIXEIRA possui mestrado em Psicologia pela Universidade Pontifícia Salesiana (1970). Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia Clínica. Possui também mestrado em Administração Universitária, título obtido junto ao Centre d'Enseignement Supérieur des Affaires, de Paris, título reconhecido pela Universidade Federal de Uberlândia, em l984. Profissionalmente, na administração superior, foi pró-reitor na Universidade Federal de Uberlândia (l980-l985), foi nomeado para instalar a Universidade Federal de São João del-Rei (1987-1990), sendo depois eleito para o mandato de l991-l994. Foi o instalador da Faculdade Salesiana de Vitória (2000-2003), Reitor do Centro Universitário do Espírito Santo, em Colatina (2009). Atualmente é Presidente do Conselho Curador da Fundação Centro de Referência Musicológica José Maria Neves - FCEREM, da Universidade Federal de São João del-Rei. Anteriormente fora diretor administrativo de tal Centro de 2004 a 2012. Em 28 de fevereiro de 2016 tomou posse como presidente da Academia de Letras de São João del-Rei, cujo mandato finda no último domingo de fevereiro de 2018.

Um comentário:

Francisco José dos Santos Braga (compositor, pianista, escritor, gerente do Blog do Braga e do Blog de São João del-Rei) disse...

No dia 31 de janeiro p.p., data que se comemora a morte ou a "ressurreição" para a vida eterna de Dom Bosco ocorrida em 31 de janeiro de 1888 em Turim, daquele que fora aclamado "Pai e Mestre da Juventude" por São João Paulo II, aproveitei um pensamento de um ex-aluno salesiano, Eduardo Oliveira, para enviá-lo a meus amigos salesianos em mensagem cujo assunto era "Salve São João Bosco!", lembrando que o homenageado, além de ter fundado uma congregação salesiana, criou raízes profundas nos corações ao longo do tempo para todos aqueles que se beneficiaram com a pedagogia de Dom Bosco, o que levou a um resultado surpreendente: uma luta constante pela vida e a busca da verdade e da liberdade. Os destinatários dessa mensagem foram sacerdotes, seminaristas e "ex-salesianos", meus conhecidos.

João Bosco de Castro Teixeira foi um desses destinatários, que se sentiu tocado pela mensagem e me respondeu agradecendo muito minha saudação pela lembrança da efeméride. Continuou escrevendo: "Além de muito devoto de Dom Bosco, de lhe ser também muito grato, professo, convictamente, e acho que vivo intensamente, a pedagogia que dele aprendi." A seguir, pedindo permissão, enviou-me uma carta que escreveu para Dom Bosco, nos duzentos anos de seu nascimento ocorrido, como sabemos, em 16 de agosto de 1815 em Castelnuovo Don Bosco. E explicou: "A história é a seguinte: meus colegas, ex-salesianos, pediram-me que lhes falasse sobre Dom Bosco. Então, achei melhor fazê-lo escrevendo a tal carta. Gostaram mais do que se eu falasse."
O Blog de São João del-Rei sente-se honrado em publicar a carta de João Bosco de Castro Teixeira a Dom Bosco.