quinta-feira, 7 de junho de 2018

Colaborador: ANTÔNIO DE OLIVEIRA


Por Francisco José dos Santos Braga

 
ANTÔNIO DE OLIVEIRA, instado a descrever seu perfil, reservado reluta em fazê-lo. No seu livro de crônicas "Sou cronista e não sabia..." *, p. 11, na sua crônica intitulada PERFIL escreve: "Prefiro não descrever meu perfil. O perfil de quem escreve se delineia na apreciação avaliativa e no imaginário de quem lê. Embora a gente às vezes tenha que escrever sob encomenda, talvez uma faceta de meu perfil seja o prazer em partilhar textos espontâneos. Escrevo sob o efeito da emoção, seja de indignação ou ira cívica que faz brotar o texto, inclusive em versos, seja de satisfação estética ou de amor incontido. A satisfação pessoal se completa com a leitura virtual de tantos amigos reais. Quanto aos temas, pauto-me por Guimarães Rosa, para quem "tudo, aliás, é a ponta de um mistério, inclusive os fatos. Ou a ausência deles. Duvida? Quando nada acontece há um milagre que não estamos vendo". 

Apesar disso, concorda em dar algumas pistas sobre seus passos na estrada da vida:
•  Bacharel e mestre em Teologia pela Universidade Gregoriana de Roma, Itália
•  Licenciado em Letras e em Estudos Sociais pela Universidade de Itaúna
•  Licenciado em Filosofia e em Pedagogia pela FDB-Faculdade Dom Bosco de Filosofia, Ciências e Letras de São João del-Rei
•  Em Divinópolis, nos primórdios da FAFI-Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Divinópolis, lecionou História da Filosofia
•  Em Itaúna foi diretor de Faculdade
•  Em 12/02/1973, Dr. Luiz Dangelo Pugliese, Secretário da Fundação Municipal de São João del-Rei, agradeceu a este professor "a atenção que deu para a formação da nossa Faculdade de Engenharia Operacional com os cursos de Mecânica e Eletricista".

* OLIVEIRA, Antônio: Sou cronista e não sabia, Belo Horizonte: Editora FEAD, 2013, 106 p. 
    

3 comentários:

Francisco José dos Santos Braga (compositor, pianista, escritor, gerente do Blog do Braga e do Blog de São João del-Rei) disse...

Tenho o prazer de apresentar ao leitor do Blog de São João del-Rei um novo colaborador, que vem enriquecê-lo com a sua expertise no gênero literário da crônica. Trata-se de ANTÔNIO DE OLIVEIRA, que estreia exatamente com uma crônica intitulada DIVINÓPOLIS NA MEMÓRIA DE AFETOS, em homenagem às comemorações de inauguração da nova sede e do 57º aniversário da Academia Divinopolitana de Letras em 08/06/2018.

Sobre o colaborador
http://saojoaodel-rei.blogspot.com/2018/06/colaborador-antonio-de-oliveira.html

Texto da crônica
http://saojoaodel-rei.blogspot.com/2018/06/divinopolis-na-memoria-de-afetos.html

Cordial abraço,
Francisco Braga
Gerente do Blog de São João del-Rei

Antônio de Oliveira (cronista, autor de "Sou cronista e não sabia..." e ex-presidente da Academia Divinopolitana de Letras) disse...

Francisco,

Estou um pouco atordoado. Você fez tudo acontecer tão rapidamente e me deixou imensamente sensibilizado. Grande abraço. Bom fim de semana e sucesso garantido ao acompanhar D. Rute, ao piano. Antônio

Prof. Fernando de Oliveira Teixeira (professor universitário, escritor, poeta e membro da Academia Divinopolitana de Letras, onde é Presidente) disse...

Prezado Braga, o texto de Antonio de Oliveira tem o sabor doce e amargo das remembranças. Infelizmente, as cidades (e Divinópolis não foge à regra) fazem sombras em nossa memória, erguendo prédios onde moravam lembranças de afeto e cobrindo de asfalto a poeira plena de passos saudosos. Costumo dizer que moro em outra cidade, tão diversa daquela em que vivi minha infância e a maturidade. No entardecer de meus anos, vejo-me quase um estranho. Pode dizer a seu primo que ele, noutra localidade e, eu, neste torrão, vivemos a mesma nostalgia de uma Divinópolis diferente, na qual o desenvolvimento urbano derrotou nosso passado. Pelo que me trouxe o texto, cumprimente-o por mim. Abraço em confraternidade você e Rute.
Fernando Teixeira